Vistas:

Por problemas alheios à Improxy, as ligações ao serviço AIS dos bancos 

  • Caixa Geral de Depósitos
  • Banco BPI, S.A.
  • Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, CRL

estão temporariamente indisponíveis.

A situação já está a ser analisada pela Kevin, fornecedor europeu do serviço AIS, em contacto com essas instituições bancárias.


O que é o PSD2?

 

O PSD2, Payment Services Revised Directive, é uma diretiva de serviços de pagamentos concebida para trazer o mercado financeiro europeu para a nova era digital.

Introduz requisitos de segurança para o processamento de pagamentos eletrônicos e visa proteger as informações financeiras dos consumidores.

Com isto apareceram novas empresas, licenciadas pelos bancos centrais de cada país, funcionando como processadores de pagamentos.

Este é o chamado Open Banking.

Na prática, podemos dizer que o PSD2 permite que os clientes consultem ou movimentem as suas contas bancárias, por meio de aplicativos de terceiros e não apenas através do seu banco.

Mais informações em Diretiva dos Serviços de Pagamentos revista (DSP2) foi transposta para o ordenamento jurídico nacional. O que muda? | Banco de Portugal (bportugal.pt) .



O que é o AIS?

 

AIS são as iniciais de Account Information Services, ou Serviços de Informação de Conta, em português, que em termos práticos, permitem a consulta dos movimentos e do saldo de contas bancárias.

Estes serviços são disponibilizados por empresas especializadas, que dispõem de acordos com os vários bancos de cada país, ao abrigo da diretiva europeia PSD2.



Nunca ouvi falar no AIS. É um serviço novo?

 

Muitos bancos nacionais já permitem dentro do respetivo aplicativo, aceder à consulta de movimentos de contas bancárias de outros bancos. Tanto para particulares como para empresas.

Em termos de software de gestão, a Improxy é pioneira a lançar este serviço pioneiro em Portugal, mas em muitos países da Europa o mesmo já é usado há vários anos.



Quais as vantagens na ligação com o Gecond?

 

Com a integração destes serviços no Gecond, passa a ser possível em qualquer momento aceder ao saldo ou aos movimentos das contas bancárias dos vários condomínios, através de opções de menu do Gecond, e sem obrigar a efetuar o Login em cada uma das contas.

Com isso passa também a ser possível efetuar a reconciliação bancária duma forma muito eficaz e produtiva.



Para que bancos nacionais está disponível este serviço?

 

Este serviço está disponível para os maiores bancos nacionais e para a grande maioria dos restantes bancos:

  • Banco ActivoBank, S.A.
  • Banco Atlântico Europa, S.A.
  • Banco CTT, S.A.
  • Caixa Económica Montepio Geral
  • Bankinter, S.A.
  • Banco Comercial Português, S.A.
  • Banco de Investimento Global, S.A.
  • Banco Português de Gestão, S.A.
  • Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Leiria, CRL
  • Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Bombarral, C.R.L
  • Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Chamusca, C.r.l
  • Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Mafra, C.R.L.
  • Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras, C.R.L
  • Caixa Económica de Misericórdia de Angra do Heroísmo
  • Banco Cofidis, S.A.
  • Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, CRL
  • Banco BIC Português, S.A.
  • Novo Banco dos Açores, S.A.
  • Novo Banco, S.A.
  • Revolut Ltd
  • Banco Santander Totta, S.A.
  • Banco BPI, S.A.


Como posso ativar o acesso para as contas do condomínio?

 

Basta fazer uma autorização no banco através do GECOND. Depois de fazer isso, você poderá ver no seu banco quais contas são acedidas por este serviço.

Para ativar o serviço, será necessário aceder à ficha de cada condomínio no separador Contas bancárias do Gecond, onde será disponibilizada a opção para ativar o acesso para cada conta bancária ().

Caso seja apresentado o ícone , significa que a conta já se encontra ativada.

Caso a linha da conta bancária não contenha nenhum o ícone de ativação, significa que o banco não está ligado ao serviço, não podendo ser utilizado.



Este serviço é seguro?

 

As empresas que prestam serviços AIS, estão ao abrigo da diretiva europeia PSD2 e são reguladas e supervisionadas pelo respetivo banco central, sendo por isso empresas confiáveis.

Estas empresas são obrigadas a ter um Seguro de Indeminização Profissional, não podendo manter a licença de atividade sem esse seguro.



Ao fazer este tipo de ligação, alguém vai ter acesso às minhas contas bancárias? Vão conseguir andar a consultar os movimentos ou fazer outras operações bancárias nas minhas contas?

 

A ativação do acesso apenas permite a consulta de movimentos bancários para as contas onde foi dada essa permissão.

Como os vários movimentos são copiados para o Gecond, eles ficam acessiveis para todos os seus utilizadores com acesso à respetiva opção.



Verifico que no processo de ativação do acesso aparece a indicação de KEVIN EU, UAB. O que significa?

 

A Kevin é uma empresa com a qual a Improxy estabeleceu um acordo de exclusividade, que presta estes serviços ao abrigo do licenciamento e supervisão pelo banco central da Lituânia, que é o maior supervisor em termos de entidades supervisionadas na área de tecnologia financeira (FinTEch) em toda a Europa, com exceção do Reino Unido.

Na Improxy, temos trabalhado com a Kevin ao longo de vários meses para disponibilizar estes serviços inovadores dentro do Gecond.

A nossa opção pela Kevin teve em conta a vasta experiência e conhecimento nesta área e o facto de prestar estes serviços em vários países e com ligações aos principais bancos europeus.



Porque é que tenho de renovar o acesso todos os 90 dias?

 

Por causa das medidas de segurança da diretiva europeia PSD2, que pretende permitir que se desconecte automaticamente do provedor de serviço nos casos em que você não esteja a usar os serviços e se tenha esquecido de fazê-lo manualmente. Este regulamento é igual em todo o EEE (Espaço Económico Europeu)

Como tal a renovação do acesso, terá sempre que ser efetuada todos os 90 dias, dando assim cumprimento à legislação, para que todos os dados possam ser novamente verificados e validados.



O que acontece se durante os 90 dias for adicionada ou retirada alguma conta bancária do condomínio, nesse banco?

 

Nesse caso, será necessário efetuar novamente a conexão ao respetivo banco, para que todos os dados voltem a ser verificados e validados.



Caso aconteça algum problema, por exemplo movimentos bancários suspeitos e não autorizados, de quem será a responsabilidade: da Improxy, da Kevin ou do meu banco?

 

A ativação do acesso apenas diz respeito à consulta de movimentos e como tal não permite efetuar qualquer transação bancária, pelo que esta questão não se coloca neste contexto.



No Gecond, como identifico os movimentos reconciliados, por reconciliar e automáticos?

 

Por padrão a opção de reconciliação irá apresentar todos os movimentos que não foram reconciliados / conferidos no Gecond.

Os movimentos apresentados com o fundo verde, significam que já foram reconciliados, e ao clicar no ícone , poderão verificar o movimento correspondente.

Os movimentos apresentados com fundo azul, são movimentos que o sistema conseguiu automaticamente identificar entre o Gecond e o Banco, tendo em conta a data e valor do movimento, e ao clicar no ícone , poderão verificar o movimento correspondente. Para lançar estes movimentos apenas será necessário clicar no botão “Efetuar reconciliação automática”.

Todos os restantes movimentos são movimentos que terão que ser reconciliados manualmente, selecionando o movimento do Gecond e o correspondente no banco.



Ao fazer a reconciliação o que devo fazer para verificar se existe um movimento a débito na conta bancária sem correspondência no Gecond?

 

Caso o movimento bancário a débito, não tenha qualquer ligação com um movimento do Gecond, poderá significar que o pagamento ou a despesa ainda não tenham sido lançados no Gecond.

Assim, sendo nestes casos deverá ser utilizada a tab “Despesas”, para que possam verificar todas as despesas por liquidar, e assim, poderão selecionar a despesa e o respetivo movimento, e assim proceder ao pagamento da mesma e de seguido é efetuada automaticamente a reconciliação bancária entre o movimento do pagamento e do banco.

Caso a despesa não seja apresentada, poderá significar que seja necessário proceder ao lançamento da mesma, sendo necessário apenas selecionar o movimento e clicar na opção “despesa”, de seguida será apresentado o formulário de lançamento da despesa para que possam concluir o mesmo, e após o lançamento é efetuada automaticamente a reconciliação bancária entre o movimento da despesa e do banco.



E se for um movimento bancário a crédito sem correspondência no Gecond?

 

Caso o movimento bancário a crédito, não tenha ligação com um movimento do Gecond, poderá significar que o recebimento ainda não tenha sido lançado no Gecond.

Assim, sendo nestes casos deverá ser utilizado o separador “Dívidas”, para que possam selecionar o pagador e o respetivo movimento, e assim emitir o recibo e de seguido é efetuada automaticamente a reconciliação bancária entre o movimento do recibo e do banco.



Como fazer quando se usa os serviços Multibanco da Lusopay, em que aparece no banco um lançamento que corresponde a vários pagamentos feitos por condóminos, já com o respetivo custo abatido?

 

Nestes casos, o sistema permite selecionar vários movimentos de tesouraria do Gecond em que a forma de pagamento é Multibanco, e associar todos eles a um único movimento bancário (que contém a soma do valor de todas as transações recebidas).